Artigos

ODE A MAÇÃ ...





Rubem Alves, ou Drumond e até Cecília Meirelles se vivos fossem com certeza ao olharem a beleza destas maçãs com certeza teceriam versos, prosas, odes, poemas ou poesias, crônicas em seu louvor. Diriam, porque Eva não resistiu ao ver o belo fruto vermelho e apetitoso no Jardim do Éden e desobedeceu a ordem do Criador de não tocar no Árvore do bem e do mal e ainda ofereceu um pedaço a seu companheiro Adão. Também diriam do motivo, da alegria e da felicidade da Branca de Neve ter ficado toda contente e feliz, ao ver a bela maçã que lhe era oferecida pela velha feiticeira, porque com certeza estava com fome, pois estava proibida de comer por ordem de sua madrasta, ela não sabia que ali estava sua sentença de morte até que o Príncipe entrasse na história. E também, diriam de mim....de quando eu era criança, e amava viajar com meu pai porquê ele sempre me comprava a maçã a mais vermelha, que vinha embrulhada num papel azul meio roxo, que ficava na banquinha do velho de cabeça branca, que parecia ter saído do conto de fadas e que oferecia com sua voz doce e calma aos transeuntes de passagem pela rodoviária, o fruto proibido, segundo ele, o fruto que fez Adão e Eva perderem o Paraíso…. Tenho certeza que eles se encantariam pela beleza desses frutos, assim como eu me encantei, e num dia, que estava me sentindo triste e perdida, meus olhos foram atraídos para a banco de frutas do Mercado onde estas maçãs doces e vermelhas, como que por encanto, por alguns momentos me desviram o pensamento e me levaram ao meu tempo de criança naquela velha rodoviária, eu de mãos dadas com meu pai ia contente, em busca da minha doce maçã vermelha....(
Teresa Nogueira.
Cabo Frio/ Estado do Rio de Janeiro
Brasil




 
Associados
Proximos Eventos
   
  Posse Acadêmica 2022
  28/10/2022
  No dia 28 de outubro de 2022, no Museu de Leiria teremos o Evento de Posse Acad...
Nalap © 2020
EtiServer