Artigos

AGORA...





Temos que dar lugar a novos sois, novas chuvas, novos fluidos, novos desejos, novos objetivos, mantendo a chama acesa da fé e esperança. O passado faz parte de nós, momentos únicos que ninguém nos pode retirar: aventuras, desventuras... porém pertencem ao nosso recordar... Agora, por muito que não se aprecie como dantes, é imperioso a adaptação, para que possamos evoluir e nos sentir felizes com a nova realidade.

O presente é estarmos vivos e agradecemos por termos conhecido a liberdade na natureza, termos brincado com tamanha beleza - uma geração de ouro que ninguém nos pode retirar. Agora, podemos reviver, se quisermos, voltando a "brincar" na natureza, de forma diferente, mais madura, mais abrangente. É só querer e aprender a saber viver com os recursos que se tem neste momento.

Mascarados por fora, obrigatoriamente, mas livres por dentro. E aproveitar o que as novas tecnologias nos vieram acrescentar. O mais importante é que o amor próprio, ao próximo permaneçam e jamais se deixe de sonhar. Realizar ou não, eis a questão, o principal é nunca desistir e aquecer o coração.

Mónica Mesquita
Porto / Portugal




 
Associados
Proximos Eventos
Nalap © 2020
EtiServer